LZD

HOSPITAL SÃO JOÃO BATISTA

Macaé, RJ

2015

 

Cliente

Irmandade de São João Batista de Macaé

 

Área Construída

9965,00 m²

 

Demolição

6000,00 m²

 

Custo estimado (obras civis)

R$ 40.000.000,00

 

Recuperação Edifício Histórico

1280,00 m²

 

Arquitetura

Zeca Franco

Lina Correa

Bianca Casale

O novo SÃO JOÃO BATISTA vai valorizar sua condição de hospital urbano e mais próximo dos que dele necessitam. A recuperação do edifício histórico, pela valorização de sua arquitetura e revitalização de seus espaços internos, é parte importante do proposto porque demonstra o respeito por seu passado pelo modo como serão inseridos os novos edifícios que vão ocupar os espaços resultantes da remoção dos acréscimos que hoje o asfixiam.

 

A arquitetura presente neste estudo tem o compromisso de estar à altura de uma história começada no século XIX e deverá, a seu modo, contribuir para a excelência dos serviços prestados desde então. O novo desenho vai permitir que a construção se dê  em fases sem interrupção das atividades em curso. Três novos blocos  receberão enfermarias, ambulatórios, centro de imagem, centro cirúrgico, UTI e recepção. Como apoio ao atendimento médico hospitalar, para o edifício histórico estarão reservadas as  atividades do centro de estudos, núcleo de suporte a pesquisa e treinamento, biblioteca, auditório, arquivo médico, residência médica e administração.

 

Por se tratar de estrutura hospitalar em funcionamento cuidados especiais foram tomados na concepção de uma arquitetura que privilegiará sistemas secos de modo que as intervenções sejam mais ágeis, tão pouco invasivas quanto possível e importantes nos futuros remanejamentos em planta.

 

 O projeto será submetido à coordenação modular a 1250 mm com estrutura de aço em perfis laminados e pilares tubulares redondos. Todas as ligações serão aparafusadas dispensando o uso de solda no canteiro. A proteção do aço será feita por zincagem porque as exigências de manutenção são menores do que nos sistemas pintados.

 

As lajes de piso, em concreto fundido no local, não deverão ter vãos superiores a 2,50 M, dispensando o uso de escoramento na concretagem sobre painéis steel deck.

 

Para a produção de elementos construtivos estruturais e não estruturais em concreto, será criado um canteiro específico para reaproveitamento de resíduos provenientes da demolição prevista, controlando o seu despejo indiscriminado no meio ambiente pela reinserção na obra nova.